Homeopatia: O que é? Mentira! Crendice! Pseudociência!

Autor: Luis Anunciação

Fonte: Núcleo de Experimentos em Neurociências

Há algum tempo que me deparo com a seguinte colocação quando dou aulas, recebo aulas ou estou atendendo no consultório. “Ah, mas é só ir num homeopata que ele te cura” ou coisas piores, como, “Depois que eu me tratei com homeopatia a dor sumiu”. Frente a essas colocações, eu tento argumentar mostrando as claras e evidentes limitações da homeopatia. Coisa que não parece dar certo, pois, como crentes fanáticos, as pessoas simplesmente não aceitam mudar suas opiniões frente a uma evidência. Até aí, tudo normal. Sou Neuropsicólogo e conheço bem os eventos associados à dissonância cognitiva.

Continue Reading →

A Diferença entre Hahnemann e Darwin

Autor: U. KUTSCHERA

Tradução: Gilson Cirino

Fonte: Céticos: Pseudociências, fraudes e divulgação da ciência

Uma reportagem especial publicada recentemente na Nature argumenta que o famoso Princípio de Similaridades de Hahnemann (“semelhante cura semelhante”), que é a base no tratamento de doenças com agentes extremamente diluídos, vigorosamente sacudidos (as chamadas “potências”), é uma pseudociência (Giles, 2007)). Embora essa conclusão seja verdadeira, temo que esse trabalho, que pode ser visto como uma seqüência de um excelente artigo de revisão sobre homeopatia e física publicado dez anos atrás na Skeptical Inquirer (Park, 1997), não irá convencer todos os leitores da natureza anti-científica dessa medicina alternativa. Entretanto, penso que os seguintes argumentos adicionais devem persuadir todas as pessoas de mente aberta de que a homeopatia é, na verdade, uma charlatanice do século dezoito.

Continue Reading →

Manual do homeopata mirim

Autor: José Colucci Jr.

Fonte: Observatório da Imprensa

Observação do editor: Como podem ver pelas datas, o texto é bem antigo. Old but Gold.

Na matéria “O que é a homeopatia”, publicada na seção Ciência do caderno Estadinho (O Estado de S.Paulo, 24/11/01), você aprendeu como a homeopatia funciona e como são feitos os remédios homeopáticos. Com este artigo aqui no Observatorinho você irá, brincando, ampliar os conhecimentos adquiridos naquela leitura. Vamos brincar de homeopata. A diferença é que, ao contrário do Estadinho, eu acho que você já pode exercitar o pensamento crítico. Pensar é coisa que se aprende em criança, como se aprende a nadar e andar de bicicleta. Vamos à brincadeira.

Continue Reading →

Homeopatetices, o conselho da farmacêutica, e a lista negra

Fonte: Crônica da Ciência

Observação do editor: Texto originalmente publicado para o Desafio 10:23 de 2011 em Portugal

No sábado, como planejado, fui fazer numero no protesto anti-homeopatia. Depois de muito ponderar e ler mais umas coisas, e não tendo encontrado nenhum artigo sobre resíduos tóxicos ou de fármacos em produtos homeopáticos, nem o que me lembrava de ter lido, considerei que o risco era baixo e participei do mesmo modo que os outros. Tomei uma dose cavalar daquilo, meia embalagem de uma vez, (já que partilhei o meu produto porque ainda custa 10:45), mas ainda cá estou. Às 10:23 como combinado. No resto do mundo seguiu-se a mesmo acontecimento.

Continue Reading →

Protestar é legal, mas qual o embasamento recente?

Fonte: Science Blogs – RNAm

Autor: Gabriel Cunha

Observação: Texto publicado originalmente em 4 de fevereiro de 2011

Recebi comentários criticando a campanha do Desafio 10:23 – Homeopatia: é feita de nada como um protesto fraco e que não provará nada. Também chegaram críticas de que ao menos nós do RNAm, como profissionais da área científica, deveríamos pensar em um modo mais confiável de refutar o funcionamento da homeopatia.

Agradeço todas as sugestões, mas vou esclarecer alguns pontos relacionados à homeopatia e ao Desafio 10:23:

Continue Reading →

Para uma ideia diluída, o remédio é conhecimento concentrado

Tradução adaptada do informe Sense About Homeopathy, por Gabriel Cunha

Fonte: Science Blogs – RNAm

A homeopatia se tornou uma grande indústria e é propagandeada como um tratamento seguro, natural e holístico para várias doenças como artrite, asma, depressão, diarréia, dores de cabeça, insônia etc.

Apesar disso, a evidência científica mostra que a homeopatia atua somente como um placebo (fármaco ou procedimento inerte que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos fisiológicos da crença do paciente que está a ser tratado) e não há explicação dentro da ciência de como isso poderia ser diferente.

Princípios homeopáticos
A homeopatia é baseada em duas suposições: “semelhante cura semelhante” e “quanto menor a dose, mais potente é a cura”. Resumidamente, os homeopatas escolhem uma substância que causa os mesmos sintomas que a doença a ser tratada. Essa substância é então diluída e agitada repetidamente, o que supostamente reduz seu potencial prejudicial e a torna mais potente.

Continue Reading →

Homeopatia em debate

Fonte: Trecho retirado do texto “Ciência Versus Alternativismo – As Fronteiras entre a Medicina Alternativa e a Tradicional”.

Fica evidente a falta de consenso entre médicos alternativos e tradicionais. Isaias Raw, professor emérito da Faculdade de Medicina da USP e presidente da Fundação Butantan, faz questão de frisar que a homeopatia não tem comprovação científica e que sua ação não pode ser explicada a partir dos princípios da bioquímica. Por outro lado, Luiz Antônio Silva de Freitas, ex-presidente do Departamento de Homeopatia da Associação Paulista de Medicina, diz que a homeopatia é comprovada na prática, na cura de pacientes ao longo dos últimos 200 anos. A base da teoria homeopática é o princípio da semelhança. Para desenvolver um remédio homeopático para gastrite, por exemplo, são testadas substâncias em pessoas sadias até que uma delas provoque a irritação no estômago. Essa substância será então bastante diluída em água e álcool, até dar origem a um remédio que acirre os sintomas e faça o corpo combater o mal.

Continue Reading →

A homeopatia não tem efeito algum

Fonte: Revista Época
Entrevista com Edzard Ernst
Dica de Daniel Martins no grupo de emails da LiHS

O médico alemão Edzard Ernst, de 63 anos, foi o primeiro pesquisador no Reino Unido a comandar um departamento acadêmico especializado em analisar cientificamente a eficácia das terapias alternativas, como homeopatia, acupuntura e ervas medicinais. À frente da Unidade de Medicina Complementar da Universidade de Exeter desde 1993, Ernst amealhou evidências a favor do uso da acupuntura para tratar artrose e trouxe novas provas do efeito antidepressivo da erva-de-são-joão (Hypericum perforatum). Mas também concluiu – “com tristeza” – que a homeopatia não funciona. “A homeopatia parece não ser nada além de uma preparação sem efeito algum”, diz Ernst, que é ex-homeopata. A seguir a entrevista que ele deu a ÉPOCA.

QUEM É
É médico e pesquisador de medicina alternativa. Nasceu na Alemanha, mas vive na Inglaterra com sua mulher francesa. Tem 63 anos

O QUE FEZ
Foi diretor do primeiro departamento acadêmico britânico a estudar as técnicas de medicina alternativa, criado em 1993 pela Universidade de Exeter

O QUE PUBLICOU
É autor de Medicina complementar – Uma avaliação objetiva(Editora Manole, 2001) e Trick or treatment? Alternative medicine on Trial, de 2008, sem edição no Brasil

Continue Reading →

Homeopatia contra dengue? NÃO!

Autor: Alex Rodrigues

Com informações do Conselho de Mídia da LiHS

No último dia 25 de maio foi sancionada em Natal-RN, pela prefeita Micarla de Sousa, a Lei Municipal Nº.  6.252/2011, de autoria do vereador e presidente da Câmara Municipal de Natal, Edivan Martins. Tal lei, segundo sua ementa e seu art. 1º “Autoriza o Poder Executivo a realizar estudos e pesquisas no sentido de adotar medicação homeopática, no combate e prevenção de dengue em Natal“.

Inicialmente, podemos achar que a lei apenas autoriza “estudos e pesquisas”. Todavia, não é bem assim. Na ementa da lei há um complemento ao que está escrito acima, o muito usado “e dá outras providências”.

Bom, vejamos o que são as outras providências.

Continue Reading →

Medicina cura. Homeopatia mata. #ten23

Autor: Igor Santos

Fonte: Science Blogs – 42

Bob Marley, músico, nascido em 1945, diagnosticado com câncer metástico em 1980.

Preferiu se tratar com homeopatia.

Morreu oito meses depois.

While touring in America, Marley went jogging in Central Park and collapsed on Sept. 21, 1980. Doctors discovered his cancer had moved into his brains, stomach and lungs. Though he tried many homeopathic remedies, Marley died in Miami on May 11, 1981.

Continue Reading →