Press Release

Consumidores brasileiros simulam “overdose homeopática”

Grupos de ativistas pelo país anunciaram hoje que pretendem tomar uma “overdose homeopática” no início do próximo mês como forma de participar de um protesto global contra estes tipos de remédios.

Os participantes em cidades como São Paulo, Natal e Porto Alegre tomarão caixas inteiras de pílulas homeopáticas no dia 5 de fevereiro de 2011 a fim de atrair a atenção do público para o fato de que os ditos “remédios” homeopáticos são inertes – e também como forma de pressionar farmácias e médicos a vender e prescrever apenas medicamentos que de fato funcionem.

Kentaro Mori, participante da iniciativa no Brasil, comenta:

“A maioria das pessoas pensa que remédios homeopáticos são o mesmo que fitoterápicos e outros remédios ‘naturais’, mas a homeopatia em si é particularmente diferente. Os próprios homeopatas concordam que suas pílulas e preparações homeopáticas mais ‘potentes’, por princípio, não devem conter nada além de água e açúcar. Participaremos do protesto para ajudar a mostrar como esses ‘remédios’ são inúteis. Médicos não deveriam recomendar e farmácias não poderiam vender pílulas de puro açúcar para pessoas que estão genuinamente doentes”.

A demonstração está sendo organizada como parte da campanha 10:23 [1], um protesto global contra a homeopatia que teve início no Reino Unido. Eventos semelhantes acontecerão em dezenas de países ao redor do planeta, com manifestações anunciadas na Inglaterra, Alemanha, Hungria, Austrália e Canadá.

Michael Marshall, coordenador da campanha internacional, explica:

“Nossa intenção é mostrar que existe uma conscientização crescente em todo o mundo do quanto já foi desperdiçado em homeopatia, tanto em tempo quanto em dinheiro. Nos duzentos anos em que esses tratamentos existem, nunca houve uma só evidência de que eles funcionem. E sendo nada além de água e açúcar, é de fato impossível que eles funcionem para qualquer uma das coisas alegadas pelos homeopatas. Dezenas de bilhões de dólares são gastos todos os anos ao redor do mundo nesses remédios ineficazes e, quando se explica do que realmente se tratam e como são feitos, a maioria das pessoas se choca e não acredita que esses tratamentos inúteis continuam a ser vendidos para o público incauto”.

A campanha 10:23 foi lançada há um ano no Reino Unido, onde quase 400 participantes tomaram uma “overdose” em eventos semelhantes ao redor do país após uma das maiores cadeias de farmácias britânicas admitir que vendia as tais pílulas “porque os consumidores compram e não porque elas funcionam” [2]. A campanha foi batizada em homenagem ao número de Avogadro [3], uma constante científica que pode ser usada para demonstrar que preparações homeopáticas podem não conter absolutamente qualquer resquício de ingrediente ativo.

Alguns podem pensar que pílulas de açúcar não fazem mal algum, no entanto o apoio dado às preparações homeopáticas por farmácias e médicos traz consequências sérias. Além de diminuir a confiança do público na ciência médica baseada em evidências, pode fazer com que pacientes com doenças graves que acreditam na homeopatia evitem procurar tratamento médico de verdade para tratar dos seus casos e com isso percam um tempo precioso. Isso pode custar suas vidas.

Uma investigação da BBC em janeiro de 2011 revelou que homeopatas estão dispostos a dar preparações totalmente ineficazes contra malária a seus clientes que pretendem viajar [4] além de alternativas completamente inúteis à vacinas [5]. No Brasil homeopatas chegam mesmo a receitar e vender remédios que supostamente preveniriam a dengue, uma das doenças que mais matam no país.

A Campanha 10:23 está organizando protestos em mais de vinte e três cidades espalhadas por mais de dez países no dia 5 de fevereiro de 2011.

* * *

Notas para o editor:

[1] A Campanha 10:23 é uma rede de grupos céticos e racionalistas que deseja mostrar ao grande público a realidade por trás da homeopatia, como sabemos que não funciona e por que é importante que pacientes recebam informação correta e de qualidade para que possam tomar decisões informadas sobre sua saúde. http://www.1023.org.uk/ – [Material em português em http://1023.haaan.com/]

[2] http://www.dailymail.co.uk/news/article-1230925/Boots-sells-homeopathic-remedies-theyre-popular-work.html

[3] http://en.wikipedia.org/wiki/Avogadro_constant

[4] http://news.bbc.co.uk/1/hi/programmes/newsnight/9341713.stm

[5] http://www.bbc.co.uk/news/health-11280578

Contatos locais:

Kentaro Mori (São Paulo – SP) / [email protected] /

Daniel Sottomaior (São Paulo – SP) / [email protected] /

Eli Vieira (Porto Alegre – RS) / [email protected] /

Igor Santos (Natal – RN) / [email protected] /

Contato internacional:

Michael Marshall / [email protected] / +44 7841 134 309

Comments are closed.